Desde que te conheci não rezei mais
Não quis saber de Missa
Padre Samuel cantou alto o Salmo Responsorial
Mas eu não fui
Ao final da celebração, rezou o exorcirsmo de São Miguel
Mas eu não quis ir
Eu quis pecar
Eu quis o que não pode ser
O que não estava escrito
Deus me livrou de te conhecer
por toda a minha vida
Mas eu quis te procurar
Quis porque quis ir a tua cidade
Encontrar teus olhos, tua boca
e teu corpo
Enlouqueci.
Não quis mais ouvir os quatro Evangelhos
Quis os evangelistas apócrifos
Tomé veio me dizer que eu
precisava te ver para crer
Fui te encontrar
Só posso querer saber de ti
Não quero mais rezar
Tuas palavras viraram minha oração,
proclamo-as a todo instante
Não quero mais rezar. 

Sandra Araújo
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Doutoranda em Literaturas de Língua Portuguesa na PUC Minas e tenho mestrado em Teoria Literária pela UnB. Atualmente, sou professora substituta no Departamento de Línguística, Português e Línguas Clássicas (LIP), da UnB. Leciono também Literatura na Faculdade Jesus Maria José - FAJESU. Vivo Literatura e vejo poesia em tudo!

Comentários  

# Mauro Belmiro 26-03-2015 19:11
Sandra!...
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Poema de amor

Poema de amor

Não quero mais rezar

Não quero mais rezar

Os Poetas e os Cineastas

Os Poetas e os Cineastas

Materna-idade

Materna-idade

Parto sem dor

Parto sem dor

A Manicure e a novela: Pequenas felicida…

A Manicure e a novela: Pequenas felicidades!

Mundo Face

Mundo Face