D

Dados

Registros coletados e preparados para servirem de apoio a análises conduzidas por pesquisadores e professores reflexivos interessados na experimentação e inovação profissional. Dado é o registro tomado como indício de uma asserção ou argumento.

V.tb.: Observação, Registro de observação, Análise de dados ePesquisa.

Descarte Cognitivo

Eliminação gradual de acúmulos no sistema linguístico de aprendizes de línguas por desuso prolongado. Informações ou registros mentais no insumo rotinizado/aprendido e mesmo adquirido que tenham, por inatividade, sido retirados da memória de modo a abrir espaço para novos objetos aprendidos em esforços no campo cognitivo.

V. tb.: Insumo descartado, Insumo absorvido, Perda gradual de língua.

Desempenho

Ação linguageira em prática social mais ou menos fortemente situada de uma nova língua em aulas regulares ou em momentos de avaliação, ou ação comunicativamente relevante no uso genuíno da língua-alvo em aulas ou em situações de avaliação.

V. tb.: Competência, Fluência, Proficiência.

Desempenho Linguístico-Comunicativo

O mesmo que Desempenho.

Desestrangeirização

Processo consciente de reagir a tendências de estrangeirização da língua-alvo mediante medidas que reinstauram a interação comunicativa no idioma de modo a fazer com que o aprendiz sinta a língua-alvo como gradualmente sua também, como língua em que se desdobra sua identidade.

V. tb.: Estrangeirização, Choque Cultural, Distância cultural, Aculturação, Reflexão.

Diário Dialogado

Procedimento com troca seguida de mensagens entre o aprendente e um professor ou par mais proficiente nas quais o significado do que se enuncia é o que vale, recusando-se a prática de avaliações e menções.

V. tb.: Técnicas, Procedimentos de Observação, Método, Envolvimento do aluno adquiridor.

Diferenças Individuais

No processo de aquisição de segunda língua, é o conjunto de características internas que distinguem um aprendente de outro.  A variação ou modificação de cada um deles agiliza ou lentifica o processo de aquisição de uma língua-alvo, como as diferenças de sexo, gênero, efeitos da idade, estratégias sócio-afetivas, motivação para aprender a nova língua e afetividade.

V. tb.: Fatores internos, Fatores externos, Filtro Afetivo, Afetividade, Aquisição de Segunda Língua.

Discurso

Movimento de sentidos que a língua em uso engendra.

V.tb.: Competência comunicativa.

Discurso da Sala de Aula

Rede de sentidos analisados na subjetividade da linguagem trazida ou produzida pelos agentes (professores e aprendizes), geralmente com restrições, na oralidade e nos letramentos nas salas e extensões da sala de aula observadas (Parece que fica faltando um observado por quem, posso estar errada).

V. tb.: Interação verbal, Insumo, Insumo +1, Insumo Absorvido, Insumo Descartado, Insumo Exato, Insumo Implícito, Insumo Natural, Insumo Ótimo.

Distância Cultural

Disparidade ou proximidade sócio-psicológica percebida por aprendizes de uma nova língua e a cultura a ela associada. Atitude de desaprovação, rechaço, negação de integração ou, por outra parte, reconhecimento, aprovação, acolhimento em relação à língua-cultura do outro. Um dos tipos das Distorções da Percepção Sociocultural que produz, na sua variante negativa radicalizada, segregação, separação, etnocídio e marginalização. A implicação dessa manifestação negativa é a dificuldade em se adquirir a língua-alvo.

V. tb.: Distorção da Percepção Sociocultural. 

Distorção da Percepção Sociocultural

Viés negativizado da percepção de uma nova língua, da sua cultura e de seus falantes materializado por posturas tais como os preconceitos cultural e linguístico, inferiorismo, estereótipos, centrismos de vários tipos, ufanismo e xenofobia que podem neutralizar, diminuir ou até interromper o processo de aquisição de uma nova língua.

V. tb.: Choque Cultural,  Estereótipo Cultural.

Distúrbios da Fala

Alterações na fala decorrentes de mal funcionamento dos processos neurocognitivos ou alterações físicas do sistema fonador como, por exemplo, na gagueira, afasias, e dislexia.

V. tb.: Fluência.

Domínio

Campo de atuação comunicativa predominante previsto para o aprendiz de uma nova língua, podendo ser dividido categorias como domínio público, privado, profissional e educacional.

V. tb.: Competência Comunicativa, Fluência, Proficiência.