Motivações

No singular o termo se refere ao conjunto de fatores internos de ordem afetiva indicador de interesse, percepção de relevância ou desejo de se obter ou produzir alguma coisa. No caso da aquisição de línguas, o objeto é adquirir um comando da nova língua ao abrir-se e ela muitas vezes via assunto ou tópico percebido como promissor. Motivação é um construto coletivo de motivações várias e combinadas distintamente em cada caso de aprendizagem. As motivações se configuram ao se projetarem em motivações pela língua em si, pela cultura ou culturas associadas, pelo ambiente de aprendizagem, pela professora ou pelo professor, pelo material didático, por associação ideológica favorável, pelo país associado a essa língua-alvo. Ao se combinarem em configurações específicas, as motivações se convertem em energia crucial que pode abrir caminho (1) ao insumo ótimo que será processado como competência adquirida ou (2) a qualquer insumo que só poderá ser tratado como aprendizagem consciente de regras.

V. tb.: Filtro Afetivo, Insumo, Estratégia, Consciência, Aquisição de Línguas, Aprendizagem de Línguas.