Método Audiolingual

Método da família gramatical que tem por objetivo levar o aprendiz a comunicar-se na língua-alvo através do condicionamento de padrões (estruturas) e da formação de novos hábitos linguísticos. O aluno exercita, primeiro, as habilidades orais (ouvir e falar), e posteriormente, as habilidades escritas (ler e escrever), quando os padrões da língua oral já estiverem internalizados e automatizados. As estruturas linguísticas são apresentadas em ordem crescente de complexidade pela repetição e memorização de diálogos gravados por falantes nativos, cujo modelo de pronúncia é um ideal a ser alcançado. A gramática é ensinada por indução, pelos elementos dados no diálogo, e não são comuns explicações explícitas de regras. No nível elementar, o vocabulário é limitado e controlado, para evitar a ocorrência de erros, os quais são considerados um desenvolvimento indesejável a ser evitado e a pronúncia é ensinada desde o começo, em laboratórios ou em atividades em sala controladas pelo professor.

V. tb.: Abordagem gramatical, Metodologia, Método, Oralidade, Escrita, Letramento, Behaviorismo, Estruturalismo.