Gramática Universal

Construto do movimento gerativista chomskyano que pressupõe uma estrutura única para todas as línguas humanas. Segundo se postula, a existência de uma Gramática Universal (GU) equivale a afirmar que os seres humanos nascem com uma capacidade cerebral de desenvolver e aprender línguas por meio de poucos e limitados estímulos.

V. tb.: Nativismo linguístico, Nativismo psicológico-cognitivista, Interacionismo.